Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://carpedien.ien.gov.br:8080/handle/ien/2066
Tipo: report
Título: Desenvolvimento de metodologia para determinação de metais por espectrofotometria
Autor(es): Pereira, Cristina de Souza
Resumo: A espectrofotometria em fase sólida (EFS) consiste na associação de métodos de separação e/ou pré-concentração em suporte sólido com a medida direta da absorvância na fase sólida. Nesta técnica a reação de complexação com o agente cromóforo pode ocorrer tanto na fase sólida como na solução de extração. A medida da cor do complexo retido é feita diretamente no trocador iônico. A eliminação da etapa de operação na manipulação da mesma. Deste modo é possível atingir a limites de detecção (LD) equivalentes ou até menores aos obtidos nas medidas por espectroscopia de emissão em plasma (ICP) e Espectroscopia de absorção atômica (AAS) com um custo bem menor. A técnica de (EFS) foi implantada SEAQE?DIQN através de estudos realizados com sistema Cr VI-Res. Aniônica-Difenilcarbazida (DFC). Tal sistema foi selecionado inicialmente em virtude dos altos coeficientes de distribuição, boa seletividade, elevada constante de formação do complexo e cinética rápida de reação, ou seja, por ser um sistema com características bem definidas e estável. A associação destas vantagens possibilita a utilização de metodologia na determinação de metais em águas naturais com baixo custo de relativa simplicidade.
Palavras-chave: Cromo
Separação
Espectrofotometria
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Instituto de Engenharia Nuclear
Sigla da Instituição: IEN
Tipo de Acesso: openAccess
URI: http://carpedien.ien.gov.br:8080/handle/ien/2066
Data do documento: Nov-2001
Aparece nas coleções:Radioquímica e Química Nuclear - Relatórios

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RT-IEN-46-2001.pdf373,93 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.